domingo, 13 de maio de 2012

A cor do meu viver



A sensibilidade das flores;
Parece pequena comparado ao dia que me pegastes em teus braços.
E pela primeira vez deste o beijo que me daria a vida.
Seus olhos sorriam e os meus choravam;
Ao ver a cor do meu viver.
Mãe,você é como a rosa do B612.
E serás pra mim,sempre única.


Eu te amo,minha flor!

sexta-feira, 4 de maio de 2012

Escurecido






E no apagar das luzes
A imaginação retoma as suas asas
Buscando em uma canção
A embriaguez de seu sorriso
Meus olhos fitam seu corpo desnudo.
E nas curvas de sua boca
Os sonhos se perdem como ondas
Mas voltaram...
No apagar das luzes.