terça-feira, 31 de dezembro de 2013



Rompimento do ano
Nosso rompimento
Meu corpo já não te sente mais
A boca senti falta do gosto do prazer
Deitada no chão pra recordar
Em um tempo longínquo sinto você
A lembrança volta para certificar-se...
Que realmente é o fim

domingo, 15 de dezembro de 2013



Passou o dia pensando nele
Ao cair do crepúsculo
Correu para um banheiro escuro
Chorou...
Ela sabia, ele não lhe queria mais.
Lembrava do quanto o desejava
Lembrou dolorosamente a última noite
Do seu toque frio
Do seu olhar distante
Quis parar de sentir
E decidiu devolver todo sentimento...
em um único beijo.





Poesia escrita ao som da música: Choro Bandido - Chico Buarque.

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013





Naquela tarde;
Minhas pernas confudiu-se com as dele;
As marcas do prazer mancharam o lençol;
E ainda ofegante...
Sentia o seu cheiro.