sábado, 7 de junho de 2014

Tumultuada




Ficava arrepiada
Pensando em todas as noites que tiveram
Das vezes que desenhou a boca em seu corpo
Sentia seu toque
Molhada de desejo
Louca de tesão
Dançou a noite toda
Tocou-se mexendo o corpo
Fechou os olhos e gozou
O desejo permaneceu
Teve que dormir...
Para enfim esquecer.


Desenho gentilmente cedido por Jardel Silva.

segunda-feira, 2 de junho de 2014




Tudo era proibido
Mas os corpos não obedeciam 
Ela desejava-o em todos os instantes do seu dia
O sangue gelava
As maõs ferviam ao sentir sua pele
Cheia de fantasias
Tocava seu rosto
Queria realizar todas, todo tempo
Tirava a roupa
E vivia...
E aproveitava...
Um tesão incomensurável
Não encontrava a paz com a distância dos corpos.




Poesia escrita ao som da 5ª sinfonia de Beethoven , tocada por The Piano Guys.