domingo, 23 de novembro de 2014

Subsolo do desejo



Ele falava enquanto silenciosamente ela observava o movimento dos seus lábios;
Ficava imaginando do que sua  língua poderia ser capaz;
Sentaram no sofá;
Descontrolados pelo desejo;
Colocou a mão em seu pênis e massageou vagarosamente;
Beijaram-se por um tempo impossível de contar;
A penetração não foi necessária.
Gozaram apenas pelo calor dos corpos.