quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Rendida






Pegava o celular
Olhava todas as fotos
O desejo parecia consumir a racionalidade
Se apaixonava e gozava admirando a sua imagem
E na mente redesenhava todos os seus gestos
Masturbava-se incansavelmente 
Queria-o, desejava-o, sentia-o
Acendia um baseado
Revisitava suas fotos
Lombrava pensando em todas as suas noites
Suas duas únicas noites






Nenhum comentário:

Postar um comentário